Como o Batman derrotaria os personagens da Liga da Justiça | Contingência Agamenon

E se os membros da Liga da Justiça se tornassem inimigos do Batman? Será que ele teria um plano para essa situação? Que lugares ele usaria ...

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Cracolândia - São Paulo - João Dória

Nesta semana houve a conturbada dispersão de dependentes químicos, da famosa cracolândia. Como se era de esperar, nem todas as pessoas aceitaram ir para uma clínica de reabilitação e muitas simplesmente migraram para outras partes da cidade, principalmente em seus arredores.

Situação 1
Devido este ocorrido, houve uma manifestação de pessoas que se diziam contra ao fim da cracolândia, que dizem que estão na luta ante manicomial, defendendo o direito das pessoas ser usuárias de droga e com certeza todos eles estavam de vermelho com cartazes escrito "LULA 2018" (não é para menos né minha gente?).

Quando vi está situação, pessoas defendendo este tipo de causa (Estamos falando de crack, para pior, ok?), defendendo este tipo de pessoas, me sinto até envergonhada. Parece que vivem tão longe da realidade e não conseguem enxergar as coisas a um palmo do nariz.

Situação 2
Ontem uma moça que trabalha lá na empresa chegou toda atordoada, porque havia acabado de ser assaltada. E aonde foi? Aos arredores da ex-cracolândia. O mais engraçado é que essa moça tinha um Iphone 6 e estava a caminho de trocar ele por um Iphone 7. No caso ela já havia gritado aos quatro ventos que ia dar o antigo celular, mais X quantia em dinheiro em troca deste novo celular. E segundo o relato dela, o cara parou ela na saída do metro com uma arma, pedindo o celular e o dinheiro, assim logo de cara.

Surgiu a discussão do pessoal, será que foi fita passada? Ou será que era só mais usuário? Alguns ficarão revoltados, o que é o normal, pois você trabalha, compra suas coisas e vem meliante e rouba tuas coisas? É revoltante.

Mas algumas pessoas se demonstraram contra e outras a favor da dispersão cracudos. Um cara lá, vamos chama-lo de fulano, disse “- Tinha que ser igual ao Carandiru, era só chegar atirando em todo mundo e acabou. Bando de vagabundos! ”, logo um outro cara, vamos chama-lo de ciclano, se irritou com o comentário (entendo ele, afinal ele também usa drogas ._.’), dessa forma “- Que absurdo! E se fosse seu irmão o usuário? Dependência química é doença, eles não têm culpa. ”, o outro apenas ignorou e morreu o assunto.

Eu não me envolvi só observei toda a situação, mas deu vontade de olhar para o ciclano e falar “- Uma pessoa que tem câncer não escolheu ter câncer, mas um dependente químico um dia escolheu colocar o primeiro cachimbo na boca. ”

Existem muitas variantes no quesito “Porque as pessoas têm câncer” e no quesito “Porque as pessoas são viciadas em crack”. Sei que existe maus hábitos e poucas chances de se vencer na vida. Mas, não dá para comparar dependência química com doença. Ninguém deve ser absolvido de suas irresponsabilidades e só quem já sofreu/sofre com pessoas dependentes químicas na família sabe o quanto isso é terrível, não só para a própria pessoa, mas também para todos que estão a sua volta.

Para a minha concepção é completamente imoral e antiético defender o uso das drogas. Se as drogas matassem seus usuários, até que não seria de todo mal. O problema é que ela mata uma mãe que vê seu filho se tornar um zumbi e vender toda a mobília da casa para suprir seus vícios. A droga mata a pessoa que sai de casa às 5 horas da manhã para trabalhar e é assaltada por alguém que precisa de um celular para trocar por duas pedras de crack. A droga mata quem não se renda a ela.




Postar um comentário

Categorias