Como o Batman derrotaria os personagens da Liga da Justiça | Contingência Agamenon

E se os membros da Liga da Justiça se tornassem inimigos do Batman? Será que ele teria um plano para essa situação? Que lugares ele usaria ...

domingo, 31 de julho de 2016

Fui a uma peça de teatro comunista

Uma amiga minha me propôs que fossemos a uma peça de teatro (da qual não convém dizer qual é e tal), e eu topei.

Primeiro ela me deu um geral do que iria ser esta peça, ela disse que  o enredo da peça tratava da coisificação do homem, relação opressor e oprimido, como damos valor aos objetos e etc.

A principio imaginei algum tipo de peça de humanas, comunista, humanista, mas eu fui. Achei que seria interessante.

Bom para começar na entrada do Teatro tinha uns jovens fazendo um certo tipo de "protesto" contra ao Michel Temer ter mexido no tal Ministério da Cultura, contra a Policia Militar e toda essas coisas. Como já dito aqui tenho uma relação forte com os protestos aqui de São Paulo.

De verdade ficar na rua no frio até tarde, com tambores atrapalhando a ordem pública, xingando a policia gratuitamente, nada disso me faz muito sentindo não. Mas hoje a critica é sobre a peça.

Um cenário muito bom, um ambiente diferente e a peça era aquilo que se esperava de humanas, comunista, humanista e todas essas coisas. Há um subjetivismo muito forte para tendencias de esquerda, esta relação de opressor e oprimido, umas fantasias que essa galera de humanas gosta (nada contra, mas sou de exatas).

Há alusões a bandeiras do arco-iris manchadas de sangue e a todos as meninas que são sujeitas a tomar as pilulas do dia seguinte. Por favor né?

Ah no final rolou um Fora Temer...

Para concluir foi um bom passeio, adoro roles culturais, uma boa companhia, a parte ruim são estes conteúdos esquerdista que são nos impostos e metralhados a todo momento.


Paz e Bem!
Postar um comentário