COLEÇÃO COLLECTION DC COMICS DE GRAPHIC NOVELS POR EAGLEMOSS

A coleção de Graphic Novels da DC Comics, realizada pela DC Comics, tem por característica uma arte impressionante por alguns dos me...

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Materiais comuns na construção de pontes

Quando eu resolvi criar o blog, também tinha tinha intenção de fazer post's sobre Construção Civil, pois é a área da qual eu estudo e pretendo me especializar. Como uma pessoa que trabalha, estuda e tem seus afazeres Católicos, não possui muito tempo, eu tinha a ideia de unificar as coisas pra juntar o útil ao agradável.

Creio também que vá ser útil para muita gente, que faz pesquisa e procura conteúdos enfim.

Meu TCC é sobre pontes, então estamos fazendo aquele geral sobre o tem, para conseguirmos conclui-lo no final do semestre que vem. Contudo, daqui duas semanas já temos uma bancada, e temos que apresentar pelo menos o TCC parcial. Logo, temos que arrepiar ainda mais. Esses é um dos motivo por eu não estar escrevendo com tanta regularidade. Mas chega de tagarelar não é mesmo?

Afinal qual é a relação dos materiais mais comuns, básicos, principais, seja lá como você preferir? Bora ler!





MADEIRA

Os Romanos são os pioneiros no quesito pontes de madeira. Nos primórdios, os Romanos se dedicaram as pontes em arco, que perduram até os dias de hoje. Porém a madeira não é tão quanto resistente como outros materiais, se tornando assim não muito confiável. É recomendado utilizar a madeira em estruturas relativamente simples e leves. A madeira é classificada como um dos materiais mais baratos, e pode ser manuseada e trabalhada, com a utilização de ferramentas e equipamentos básicos. 

Para quem busca um acesso para pedestres ou até mesmo trafego de veículos mais leves, com mais praticidade e uma beleza mais semelhante a natureza, as pontes de madeira são opção ideal. O empecilho de utilizar a madeira na construção de pontes, é que um material que se exposto à umidade, pode acarretar o inchamento e o apodrecimento, causando assim uma possível ruptura e até destruição da mesma. As pontes de madeira devem receber um tratamento químico, mais especifico possível, para durarem mais ao longo do tempo, como a ponte Ponte Fabrício ou Ponte Fabrícia, que foi construída em 62 a.C. Atualmente está revestida de tijolos e travertino.


PEDRA

Um dos mais antigos materiais utilizados em construções de pontes foi a pedra, rochas, matacões. Como a pedra é um material forte, ela resiste à erosão causada pelo vento e pela água. Existem vários tipos de pedras utilizadas, algumas delas são o granito e o calcário, por exemplo. O contra na utilização da pedra é que elas possuem um peso elevado e um alto um custo em sua instalação. Com pouca ou nenhuma manutenção as pontes de pedra duram muito tempo, até séculos, como por exemplo a Ponte Rialto na Itália. O uso da pedra é indicado na construção de alicerces e pilares que constituem as pontes, podendo assim ser utilizado materiais mais leves e baratos a superestrutura.


CIMENTO E CONCRETO ARMADO

Segundo estudos os Romanos,também foram pioneiros ao utilizar o cimento. Pontes em concreto e concreto armado, exige pouca demanda de manutenção, porém há um desgaste maior quando exposto à água salgada. Utiliza-se o concreto em diversos métodos de construção, de todos os tipos de ponte, por conta de possibilitar a confecção de um traço que se adeque com a resistência, necessária e ainda possui um baixo custo. O concreto deve ser reforçado com a utilização de barras de aço ou ao menos receber um tratamento chamado protensão, que consiste em aumentar a resistência do concreto, dando tensão aos cabos de aço antes que a massa endureça do concreto endureça, quando é o caso de de trechos mais extensos. A utilização do concreto resultou na redução da variação da força que a pedra natural oferecia, sobre a ponte.


Aço

O outro material que começou a ser muito utilizado na construção de pontes, devidos as evoluções modernas é o aço. O aço pode ser utilizado na cobertura de grandes distâncias, que com outros materiais não seria viável. Uma das principais características do aço, é que ele pesa menos, e é até cem vezes mais forte que o próprio cimento. Contudo, pontes feitas de aço, tendem a exigir muita manutenção, pois estão sujeitas à oxidação e corrosão, ao longo do tempo, pelo intemperismo entre outros fatores. Em alguns casos usa-se no lugar do aço, o alumínio, devido às suas propriedades anticorrosivas.


Materiais compósitos

Alguns dos materiais mais recentes, usado na construção de pontes, são os materiais compósitos, ou polímeros que são reforçados com fibra (PRF). Estes materiais possuem duas fases ou pelo menos dois componentes, com propriedades físicas e químicas nitidamente distintas em sua composição. Eles pesam até 80% menos, porém possuem a mesma resistência e durabilidade, que o aço por exemplo. As pontes de PRF dificilmente precisam de grandes manutenções, enquanto pontes mais resistentes, confeccionadas de concreto armado ou aço, exigem considerável manutenção ao longo de sua vida útil. 
Apesar desse material ser uma excelente opção, até para a construção de pontes em água salgada, afinal é eficaz e resistente à corrosão; o PRF ainda tem suas características sob avaliação, pois é considerado um material recente em meios construtivos, no caso das pontes, é utilizado por volta de 1975.




Lembrando que possivelmente este conteúdo se encontrará na apresentação parcial do meu TCC, então ta fraquinho mais é minha monografia hahahahhahahah


Paz e Bem! CR ^.^
Postar um comentário